Você está aqui

Sobre o Peru

Peru maravilhoso

Guia Completo do Peru e Machu Picchu

Você já sonhou em explorar as incríveis maravilhas antigas escondidas nas altas montanhas dos Andes? Machu Picchu, a cidade perdida dos Incas, é um destino que encanta viajantes de todo o mundo.

Neste artigo, vamos levar você a uma jornada fascinante pelas terras mágicas do Peru e contar tudo o que você precisa saber para planejar uma viagem inesquecível a este incrível sítio arqueológico. De informações práticas a insights sobre a cultura peruana e dicas de turismo, você encontrará tudo aqui.

Sobre o Peru:

O Peru é um país diversificado e fascinante, localizado na América do Sul. É famoso por sua rica história, beleza natural deslumbrante e cultura vibrante. Ele é o lar de algumas das civilizações mais antigas do mundo, incluindo os Incas, que construíram Machu Picchu.

O país é conhecido por suas majestosas montanhas, como os Andes, e sua deslumbrante costa ao longo do Oceano Pacífico. Ele é dividido em três regiões distintas: a costa, a serra e a selva. Com 84 ecossistemas e diversas regiões geográficas, o Peru é verdadeiramente abençoado pela riqueza natural.

O Peru é o terceiro maior país da América do Sul, cobrindo uma vasta área de 1.285.216 km² e possui 24 departamentos, que funcionam de maneira semelhante aos estados no Brasil. Sua capital é Lima, a maior cidade do país. O Peru compartilha fronteiras com o Brasil, Equador, Colômbia, Bolívia e Chile, incluindo a majestosa Cordilheira dos Andes.

Como viajar para o Peru do Brasil:

Uma das grandes vantagens de viajar para o Peru saindo do Brasil é a proximidade geográfica, o que torna as opções de transporte acessíveis e econômicas. Existem duas formas principais de chegar ao Peru saindo do Brasil:

  • Viagem Aérea: A maneira mais comum e confortável é através de voos diretos para Lima, a capital peruana. Voos diretos estão disponíveis a partir de cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, chegando ao Aeroporto Jorge Chávez (LIM), a principal porta de entrada para turistas estrangeiros.

    As companhias aéreas que operam voos diretos incluem LATAM, Delta e Aeromexico. A duração média do voo direto é de quase 5 horas, dependendo da cidade de partida.
     

  • Viagem Terrestre: Desde 2023, também é possível viajar do Brasil para o Peru por via terrestre, seja de carro ou ônibus. Uma rota disponível parte da cidade do Rio de Janeiro e segue até Lima, uma jornada que leva pelo menos 5 dias. A empresa TransAcreana oferece essa rota.

Documentos para viajar ao Peru:

Os documentos necessários para viajar para o Peru a partir do Brasil são simples. Como o Peru faz parte do Mercosul, os brasileiros podem entrar no país com um documento de identidade com foto emitido por órgãos oficiais brasileiros, desde que esteja dentro da validade de 10 anos e em bom estado.

O uso do passaporte também é válido, embora os órgãos peruanos geralmente não costumem carimbá-lo no aeroporto. No entanto, é possível obter um carimbo de visita a Machu Picchu como lembrança especial durante a visita. A maioria dos brasileiros não precisa de um visto de turista para estadias de até 90 dias.

Geografia do Peru:

A geografia e geologia do Peru são muito diversas, com 11 ecorregiões e uma grande variedade de recursos naturais em seu vasto território. O país possui dois lagos principais, o Lago Titicaca e o Lago Junín, além de uma série de rios importantes, como o Amazonas, Santa, Napo e muitos outros. As diferentes regiões geográficas, que incluem a costa, a serra e a selva, contribuem para a riqueza natural do Peru.

A costa peruana é caracterizada por seu clima árido e vegetação típica de regiões secas, com arbustos e cactos. Já a região andina possui uma variedade de vegetação devido às diferentes altitudes, incluindo coca, cedro, cajueiro e baunilha. A floresta amazônica peruana, semelhante à do Brasil, apresenta um ambiente tropical com uma rica diversidade de plantas.

O território peruano é dividido em três regiões principais: a costa, que abrange 11% do território; a serra, com 27%; e a selva, a maior parte, com 62%.

Clima no Peru:

O Peru possui uma ampla variedade de climas devido à sua geografia diversificada. As temperaturas variam de acordo com a região e a altitude. Aqui estão algumas características climáticas das diferentes áreas do Peru:

Clima na Serra: As regiões serranas do Peru têm estações distintas de chuva e seca. De abril a novembro é o período seco, quando as temperaturas podem cair para até -4ºC à noite. De dezembro a março, ocorre o período chuvoso, embora as temperaturas sejam mais agradáveis nessa época.

Clima na Costa do Pacífico: A costa peruana, incluindo cidades como Lima, é conhecida por seu clima ameno durante todo o ano, com temperaturas que podem atingir cerca de 30ºC. A região costeira é caracterizada por um clima tropical com pouca chuva ao longo do ano.

Clima na Selva Peruana: A região amazônica peruana tem um clima tropical chuvoso, com alta umidade durante todo o ano. As temperaturas permanecem relativamente constantes, mas a estação chuvosa ocorre principalmente de dezembro a março.

Divisão Política:

O Peru é dividido em 25 regiões, cada uma com sua própria beleza e cultura únicas. Algumas das regiões mais populares para os turistas incluem Cusco, Arequipa, Lima, Ica e Puno. Cada uma delas oferece uma experiência única e a chance de explorar a diversidade do país.

População do Peru:

Com uma população de mais de 32 milhões de habitantes, o Peru é um país diversificado em termos étnicos e culturais. Os peruanos são amigáveis e acolhedores, tornando a experiência de viajar pelo país ainda mais enriquecedora.

Educação no Peru:

A educação é valorizada no Peru, com um sistema educacional que abrange desde o ensino fundamental até as universidades. O país possui várias instituições de ensino superior de renome, contribuindo para o desenvolvimento intelectual de seus cidadãos.

Economia do Peru:

A economia peruana é uma das mais estáveis da América Latina, impulsionada por setores como mineração, agricultura, pesca e turismo. O país tem uma economia em crescimento constante e oferece oportunidades de negócios e investimentos.

Agricultura:

A agricultura desempenha um papel vital na economia peruana, com cultivos como milho, batata, trigo, banana, soja, açúcar e café. Além disso, o Peru é famoso por suas variedades de quinua, que ganharam destaque global como um superalimento saudável.

Gastronomía Típica Peruana:

A culinária peruana é uma das mais aclamadas do mundo, devido à sua diversidade de ingredientes e influências culturais. Pratos famosos como ceviche, lomo saltado e ají de galinha são imperdíveis para os amantes da comida. A culinária peruana teve influência africana e asiática. O Peru já foi eleito seis vezes o Melhor Destino Gastronômico do Mundo.

Comidas Típicas Peruanas:

  • Ceviche: Um prato com filé de peixe marinado no suco de limão, com cebola, milho e outros ingredientes.
  • Lomo Saltado: Um prato de carne saltada com legumes e temperos.
  • Ají de Gallina: Um prato de frango com um molho picante e cremoso.
  • Pollo a la Brasa: Frango grelhado com temperos deliciosos.

Bebidas Típicas Peruanas:

  • Ao visitar o Peru, você não pode voltar para casa sem provar o Pisco, a bebida nacional mais apreciada, e o Pisco Sour, um coquetel facilmente encontrado em bares e restaurantes. O Pisco é um destilado feito de uva e pode ser misturado com outros ingredientes.

Se você adora gastronomia e deseja vivenciar experiências culinárias incríveis, a Viagens Machu Picchu oferece pacotes no Peru que incluem aulas de culinária com chefs peruanos que ensinam a fazer pratos tradicionais. Quer saber mais? Clique aqui para obter informações sobre os itinerários.

Cultura Peruana:

A cultura peruana é uma mistura fascinante de influências indígenas, espanholas e africanas. Isso se reflete na música, dança, arte e festivais do país. Os festivais, como o Inti Raymi em Cusco, oferecem uma oportunidade única de experimentar a cultura peruana em sua plenitude.

Turismo no Peru:

O Peru é um destino de sonho para os amantes de viagens, oferecendo uma variedade de experiências para todos os gostos. Vamos explorar algumas das principais atrações turísticas do país:

  • Aventura: Para os aventureiros de plantão, o Peru é um paraíso. Desde caminhadas pelas trilhas dos Andes até a exploração da Amazônia, há aventuras emocionantes em todos os cantos do país.
  • Trilhas: As trilhas do Peru são famosas em todo o mundo, com destaque para a Trilha Inca até Machu Picchu. Essa jornada leva os viajantes por paisagens deslumbrantes e sítios arqueológicos impressionantes.
  • Praias: A costa peruana oferece praias deslumbrantes onde você pode relaxar, surfar e desfrutar do clima tropical. Mancora e Punta Sal são destinos populares para os amantes do sol e da areia.
  • Místico e Exotérico: O Peru é conhecido por sua vida interior e misticismo. Cidades como Cusco e Pisac são famosas por suas energias especiais e mercados de artesanato esotérico.
  • Turismo Comunitário: Uma maneira única de conhecer o Peru é participar do turismo comunitário, onde você pode interagir com comunidades locais, aprender sobre suas tradições e contribuir para o desenvolvimento sustentável.
  • Urbano: As cidades peruanas também têm muito a oferecer. Lima, a capital, é conhecida por sua vida noturna animada e restaurantes de classe mundial. Cusco é um tesouro histórico, enquanto Arequipa encanta com sua arquitetura colonial.

História do Peru:

A história do Peru é fascinante e frequentemente se confunde com a dos Incas, uma civilização poderosa que existiu por muitos séculos na região. Mas a história peruana vai além dos Incas.

Tudo começou com as primeiras civilizações, como os Caral, Kotosh e Huaca Prieta, que já eram especialistas em agricultura e criação de animais entre 6.000 e 3.000 a.C.

Por volta de 1.000 a.C., a cultura Chavín surgiu nas montanhas de Ancash, seguida por outras culturas impressionantes como Paracas, Moche, Nazca, Tiahuanaco, Wari e Chimú. Essas culturas deixaram um legado de arte e arquitetura incríveis, incluindo as famosas Linhas de Nazca.

No entanto, em 1532, tudo mudou com a chegada de Francisco Pizarro e os espanhóis. Eles exploraram o território, conquistaram os Incas e estabeleceram o Vice-Reinado do Peru, marcando o início da colonização espanhola.

Ao longo dos anos, mais exploradores espanhóis chegaram, e em 1821, José de San Martín proclamou a independência do Peru. Isso desencadeou uma série de conflitos e eventos históricos na história do Peru.

A nação passou por lutas internas, acordos e mudanças de governo ao longo dos séculos, moldando sua identidade e cultura únicas. Hoje, o Peru é um país diversificado, com uma rica herança cultural que inclui influências indígenas, espanholas e muitas outras.

Esportes no Peru:

O esporte desempenha um papel importante na cultura peruana, com o futebol sendo o esporte mais popular. Os peruanos são apaixonados por seus times locais e pela seleção nacional. Além do futebol, esportes como surfe e trekking também são populares.

A Cultura Inca:

Os Incas foram uma civilização incrível que floresceu por volta de 1.200 d.C. Eles se tornaram a civilização mais importante da América do Sul, não apenas no Peru, mas também em terras vizinhas, incluindo Colômbia, Bolívia, Equador, Chile e Argentina. No entanto, o coração do Império Inca estava no Peru, principalmente na região de Cusco.

O que torna os Incas tão impressionantes é o legado que deixaram para trás. Suas realizações artísticas e arquitetônicas ainda nos deixam maravilhados até hoje. Eles construíram cidades inteiras com incríveis habilidades de engenharia, incluindo casas, templos e sistemas de agricultura avançados que garantiram a subsistência de sua civilização em um ambiente desafiador.

No entanto, quando os espanhóis, liderados por Francisco Pizarro, chegaram ao Peru, encontraram um Império Inca que já estava enfraquecido por conflitos internos. Isso facilitou a conquista espanhola. Em 15 de novembro de 1533, Pizarro declarou a vitória espanhola sobre o Império Inca.

Essa conquista marcou o fim da era Inca e o início da colonização espanhola na região. Os espanhóis exploraram a riqueza do Peru, incluindo suas minas de prata e ouro, o que teve um impacto duradouro na história e cultura peruana. Mesmo assim, o legado dos Incas continua vivo na cultura e na herança peruana, e suas realizações arquitetônicas, como Machu Picchu, atraem visitantes de todo o mundo até hoje.

História de Machu Picchu:

Machu Picchu é uma antiga cidade inca nas montanhas do Peru, construída pela civilização inca no século XV e XVI. Acredita-se que o imperador Pachacuti tenha sido o responsável por sua construção em torno de 1450. No entanto, a descoberta de Machu Picchu é atribuída a Hiram Bingham e sua equipe em 24 de julho de 1911. Eles exploravam a região em busca da última capital inca, Vilcabamba, guiados por relatos locais e fazendeiros da área.

Ao chegarem perto de Machu Picchu, encontraram moradores locais, incluindo um agricultor chamado Melchor Arteaga, que os conduziu até as construções cobertas de vegetação no topo da montanha. Bingham e sua equipe ficaram impressionados com a arquitetura e a beleza das estruturas incaicas visíveis, embora parcialmente cobertas pela vegetação.

Inicialmente, Bingham acreditava que havia encontrado Vilcabamba, mas logo percebeu que era algo novo e significativo. Porém, esse lugar sempre foi considerado sagrado.

O americano Hiram Bingham frequentemente foi chamado de "descobridor", é importante notar que moradores locais e outros visitantes já conheciam a existência de Machu Picchu há muito tempo. A área era frequentada por forasteiros no século XIX e XX, antes de ser reconhecida como uma maravilha do mundo e um marco histórico importante.

Dicas gerais de segurança:

Viajar para Machu Picchu é emocionante, mas lembre-se de tomar cuidado. Mesmo em lugares seguros, proteja seus pertences e evite distrações que possam levar a pequenos furtos.

Nas cidades maiores como Cusco e Lima, fique atento. Mantenha seus pertences perto e não os deixe sozinhos. Escolha passeios em áreas turísticas, onde há mais segurança.

Evite se afastar muito do centro e siga as dicas do agente de viagens. Ladrões geralmente miram em turistas distraídos.

Sua segurança é importante. Se algo acontecer, contate as autoridades locais ou a Polícia Turística.

Números de Emergência no Peru:

Em caso de emergência, você pode contatá-lo a qualquer hora, em qualquer dia da semana. Além disso, é sempre bom lembrar os números de emergência nacionais no Peru:

  • Linha de emergência e segurança: 911
  • Delegacia de polícia: 105
  • Polícia Rodoviária: 110
  • Defesa Civil: 115
  • Bombeiros: 116
  • Cruz Vermelha: 01 266 0481

Seguro Viagem (Uma Precaução Importante):

Quando se trata de viajar, é melhor prevenir do que remediar. Portanto, nossa recomendação é que você contrate um seguro de viagem antes de embarcar em qualquer aventura, incluindo para o Peru. 

Os seguros de viagem geralmente não são caros e podem até ser incluídos no pacote de viagem que você adquire com a agência. Planeje com antecedência e considere seriamente a contratação de um seguro. 
Lembre-se de que os seguros não cobrem apenas questões médicas, mas também podem ser úteis em situações como perda de bagagem, cancelamentos de voos e muito mais.

Para obter mais informações sobre o seguro viagem para o Peru, acesse o blog que preparamos especialmente sobre o assunto. 

Moeda Local e Câmbio de Moedas:

No Peru, a moeda local é o Nuevo Sol (Soles). Para uma viagem tranquila, recomendamos que você leve reais, a moeda brasileira, e faça a troca em casas de câmbio recomendadas pela agência. Embora seja possível trocar dinheiro em diversos lugares no Peru, é sempre melhor consultar seu agente de viagens para escolher locais seguros. 

Evite fazer transações financeiras na rua ou em lugares não oficiais. Você também tem a opção de sacar dinheiro em caixas eletrônicos pelo país, aceitando Visa, Mastercard e American Express. No entanto, esteja atento às taxas de saque, transação e IOF para decidir qual método é mais vantajoso para você.

Combate ao Mal da Altitude:

Machu Picchu está localizada a uma altitude elevada, o que pode causar desconfortos como tonturas e cansaço devido ao mal da altitude. No entanto, existem medidas que você pode tomar para minimizar esses sintomas:

  • Mantenha-se hidratado.
  • Evite álcool e cigarros.
  • Opte por refeições leves.
  • Evite atividades físicas intensas.
  • Experimente chá de coca .

Além disso, você pode encontrar medicamentos locais, como Soroche Pills ou Diamox, para aliviar sintomas mais intensos, mas é sempre recomendável consultar um médico antes de usá-los.

Planejando sua Viagem de Acordo com seus Objetivos:

Machu Picchu, cidade perdida dos incas, é uma das atrações mais deslumbrantes do Peru, oferecendo uma variedade de experiências dentro da cidadela e em seus arredores. Decidir quais atividades incluir no seu roteiro é fundamental para determinar a melhor época para a sua visita. Aqui estão algumas informações sobre as diferentes temporadas do ano:

  • Alta Temporada (abril a novembro): Durante esses meses, as temperaturas são mais baixas e os dias são mais ensolarados e secos, o que é ideal para trekkings e caminhadas. 

    No entanto, essa também é a época em que as atrações estão mais cheias de turistas, as acomodações têm alta demanda e os preços tendem a ser mais altos. Se você gosta da Trilha Inca, essa é a melhor época.
     

  • Baixa Temporada (dezembro a março): Essa é a estação das chuvas, então prepare-se para clima mais úmido. No entanto, é a oportunidade perfeita para uma experiência mais tranquila, com menos turistas e preços mais competitivos.

    Evite a Trilha Inca em fevereiro, já que ela fecha para manutenção, mas outras atividades continuam funcionando. Se você busca economia e tranquilidade, essa é a época ideal.

Lembre-se que ir para Machu Picchu é uma das maravilhas do mundo moderno, as reservas enquanto comprar ingressos para Machu Picchu é recomendável fazer com meses de antecedência.

Agora se sua pergunta é onde fica Machu Picchu Pueblo? Vale aclarar que esse nome é o mesmo para cidade de Aguas Calientes onde os que pegam o trem do vale sagrado (ollantaytambo), o ponto de parada para chegar a Machu Picchu, sítio arqueológico que está a 2.438 metros acima do nível do mar.

Sabemos que essas informações podem parecer avassaladoras, mas não se preocupe! A Viagens Machu Picchu é focada em tornar sua viagem ao Peru uma experiência incrível e sem preocupações. 

Já ajudamos mais de 40 mil pessoas a realizar o sonho de conhecer Machu Picchu e o Peru, e somos a única operadora 100% focada em atender o público brasileiro. Oferecemos pacotes prontos e uma equipe dedicada a criar um roteiro personalizado para você. Portanto, relaxe e entre em contato conosco para uma viagem inesquecível.

Destinos Recomendados