Você está aqui

Festividades

As festividades do Peru são celebradas, talvez, como em nenhum outro lugar do mundo. Suas músicas, danças, comidas, bebidas e um colorido sem igual estão acompanhados de uma alegria sem fim. A devoção sem comparação dos homens, mulheres e crianças peruanas às suas crenças e origens, somadas a um sincretismo único, produto da fusão de diferentes culturas ancestrais e contemporâneas, transformam o Peru e um país absolutamente singular. Se somam às festividades do Peru a cordialidade de sua gente e a disposição de sempre receber bem os milhares de turistas de todas as partes do mundo que anualmente chegam aqui com o objetivo de conhecer melhor suas tradições e viver uma experiência única, algo para a vida toda.

Corpus Christi

Corpus Christi

O Corpus Christi é uma grande festa em Cusco e reúne uma verdadeira multidão. O interessante nesta celebração é que vários santos de diversas igrejas da cidade se reúnem na catedral (quinze no total) e saem juntos para uma procissão. Depois deste dia principal estes santos permanecem ainda oito dias nesta igreja antes de tomar o caminho de volta às suas respectivas paróquias. Participam da festa também uma grande quantidade de turistas de todas as partes do mundo.

Senhor de Quyllurit'i

Senhor de Quyllurity

A festa do Senhor de Quyllurit'i é uma das maiores do sul do Peru. Anualmente uma grande peregrinação leva milhares de pessoas até o pé do Nevado Ausangate a 4.700 metros de altitude para adorar uma imagem de Cristo pintada em uma pedra. A festividade apresenta uma série de elementos cristãos, além dos costumes tradicionais andinos, presentes em praticamente todas as festividades do Peru como as músicas e as danças. Aparecem também os tradicionais personagens fantasiados. Estes mesmos personagens partem a uma caminhada até o pico do nevado, a 6.362 metros de altitude para trazer as chamadas “estrelas da neve”, que são grandes blocos de gelo que são carregados nas costas até seus povoados de origem.

Semana Santa em Ayacucho

Semana Santa em Ayacucho

A Semana Santa em Ayacucho é uma das maiores e mais longas festas da região, que chega até a dez dias de comemorações. Esta festa assume características singulares nesta localidade e foi introduzida pelos espanhóis há mais e 150 anos. A semana santa é uma tradição católica que é praticada em todo o mundo, porém em Ayacucho o sincretismo, ou seja, a fusão dos costumes europeus com as antigas tradições peruanas faz deste evento um espetáculo único.

Semana Santa em Cusco

Semana Santa em Cusco

A Semana Santa em Cusco é uma festa que atrai quase cem mil pessoas todos os anos e ao contrário da maioria das localidades onde é celebrada, em Cusco o dia central é na segunda-feira santa, e não na sexta-feira, devido a que na segunda se realiza a procissão do Senhor dos Tremores (Señor de los Temblores), o padroeiro da cidade. Na sexta-feira as comemorações acontecem na Praça San Francisco, com uma via-sacra até Saqsaywaman. Existe o costume de se servir doze pratos no almoço deste dia, em citação aos doze apóstolos de Cristo.

Senhor dos Tremores

Senhor dos Tremores

A festa do Senhor dos Tremores é realizada em Cusco como parte das celebrações da Semana Santa. Neste dia, na segunda-feira santa, o padroeiro da cidade sai em procissão pelas principais ruas do centro histórico, acompanhado por uma verdadeira multidão que chega a quase a cem mil pessoas. Chamado pela população local de Taytacha Temblores, a imagem do Cristo da Boa Morte foi um presente do rei Carlos V da Espanha ao povo cusquenho. A procissão segue por altares montados nas calçadas pela população. Devido ao grande número de pessoas na celebração, a prefeitura instala telas gigantes para que todos possam acompanhar a benção no final do evento.

Virgem da Candelária

Virgem da Candelária

A festa da Virgem da Candelária é uma das maiores festas do país. A temática religiosa parece que de alguma forma fica de pano de fundo, ofuscada pela quantidade de grupos de bailarinos e músicos, milhares deles que se apresentam durante todos os dias da festa. O dia principal é o 2 de fevereiro, onde ocorrem missas e procissões, mas as atividades previas à festa já começam dois meses antes e não oficialmente se estendem por semanas após seu encerramento. Puno, às margens do lago Titicaca, é considerada a capital folclórica do Peru.

Destinos Recomendados

DirceturProm PeruPeruPeru - Ministerio de Cultura