Você está aqui

Nazca

Nazca

Nazca se configura como uma pequena cidade que se encontra em meio ao deserto, no sul do Peru, a 400 km do sul de Lima. Sem sombra de dúvidas, sua fama está relacionada às misteriosas Linhas de Nazca, conhecidas figuras feitas nos Pampas de Jumana que são, basicamente, geoglifos gigantes que representam animais, cujo significado real ainda não foi descoberto. Toda essa incerteza que envolve estas marcas gigantes tornaram Nazca alvo de muita especulação, mas não se engane, há muitos outros mistérios para descobrir nesta cidade, uma vez que a civilização que habitou suas terras deixou outros legados para trás ainda por descobrir. Então, se você é amante de história e mistérios, saiba que Nazca é um lugar imperdível!

Sobre Nazca

Acredita-se que a região de Nazca tenha sido habitada desde 300 a.C. pela cultura que nomeou a cidade, os nazca. Estudos apontam que as culturas Nazca e Paracas configurariam o mesmo povo, porém, em diferentes períodos de desenvolvimento. A cidade que conhecemos hoje foi fundada em 1548 no local que abrigava a Congregação dos Agostinianos. 

A civilização Nazca teria sido a responsável por criar o grande tesouro enigmático desta região peruana, as Linhas de Nazca. Esta famosa atração foi descoberta pelo arqueólogo peruano Toribio Mejia Xesppe no ano de 1929 e, mais tarde, por Paul Kosok. Este último estudou as Linhas de Nazca por algum tempo ao lado de Maria Reiche, a verdadeira guardiã desta descoberta histórica. 

Esta alemã tornou-se peruana ao longo dos anos, era matemática e também trabalhou como tradutora antes de ser auxiliar de Kosok. Maria Reiche se ocupou toda a vida em proteger, estudar e preservar as Linhas de Nazca e garantiu a estas figuras gigantes o título de Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Apesar de tantas pesquisas, até hoje não se sabe o real propósito destas figuras.

É possível dizer que muito do que se sabe da história local é relacionada às Linhas de Nazca, mas esta região tem muito mais a mostrar e encantar com seus mistérios. Nazca também é marcada por muita resistência, uma vez que sofreu com inúmeros terremotos que quase a destruíram ao longo da história, como os de 1914, 1942 e 1996. Sabendo um pouco mais sobre a cidade, vale a pena acrescentá-la ao seu roteiro e conhecê-la!

Onde fica e como chegar em Nazca

A pequena cidade de Nazca está situada em um planalto semidesértico na região centro-sul peruana, em uma altitude de somente 500 metros acima do nível do mar. Encontra-se a uma distância de 450 km de Lima, cerca de 569 km de Arequipa e 643 km de Cusco sendo estas as rotas rodoviárias. 

Atualmente só é possível chegar a Nazca por via terrestre de carro ou ônibus, visto que o único aeroporto da cidade é utilizado somente para os tours pelas Linhas de Nazca. É possível encontrar rotas a partir dos principais destinos do Peru, como os mencionados acima.

Clima de Nazca

Não à toa, Nazca carrega o apelido de “Cidade do Eterno Verão”, devido ao seu clima árido com temperaturas muito quentes, sendo que quase não há chuva na região. No inverno, as temperaturas ficam em torno dos 9ºC podendo chegar aos 5ºC. No entanto, durante o verão os termômetros chegam até os 35ºC, principalmente no período de janeiro a março. Ao longo do ano, a temperatura média costuma ser de 20ºC. 

A Viagens Machu Picchu possui as melhores opções de pacotes para os melhores destinos do Peru, não deixe de conferir e descubra um novo jeito de viajar conosco!

Principais atrações turísticas de Nazca

Linhas de Nazca

As Linhas de Nazca são a grande atração do destino, trata-se de alguns geoglifos gigantes marcados nas terras dos Pampas de Jumana. São 13 as figuras mais significativas entre os geoglifos, que representam animais e outras formas que se assemelham a seres humanos. 

Apesar de anos de estudos empreendidos por diversos pesquisadores, ainda hoje não se sabe ao certo qual é o significado das Linhas de Nazca, o que as tornou alvo de inúmeras especulações a respeito, algumas pessoas apontam até para a interação extraterrestre com a Terra. 

Para conhecer as Linhas de Nazca existem duas opções: é possível vê-las a partir da Torre do Mirante, onde pode-se observar 3 das 13 figuras mais importantes. Porém, a escolha mais famosa e mais apropriada são os sobrevoos pelas Linhas de Nazca, do qual é possível ver todas as figuras do ar em um voo que dura cerca de 30 a 45 minutos, com um número de 3 a 9 passageiros.

Pirâmide Cahuachi

Dentro do Sítio Arqueológico de Cahuachi está a grande pirâmide Cahuachi, neste local também encontram-se muitos outros mistérios da cultura Nazca. Assim como nas Linhas de Nazca, não se sabe ao certo quais eram os verdadeiros propósitos do Sítio Arqueológico de Cahuachi, mas achados arqueológicos apresentam fortes indícios de que pode ter sido um centro religioso tanto da cultura Nazca, quanto de outros povos que peregrinavam até o local. 

Além da Grande Pirâmide, em Cahuachi é possível conhecer o Templo da Escadaria e os 40 túmulos encontrados nas escavações, onde encontraram múmias e outros artefatos arqueológicos.

Aquedutos de Cantalloc

Os Aquedutos de Cantalloc são exemplos reais da capacidade e conhecimento guardado pela cultura Nazca em seu período de desenvolvimento. Trata-se de um grupo de 46 aquedutos responsáveis pelo fornecimento de água vinda do subterrâneo para irrigação das plantações dos povos locais. Destes 46 aquedutos, 32 funcionam ainda hoje mesmo tendo mais de 1500 anos de idade! Este sítio arqueológico está a apenas 15 minutos da cidade de Nazca e é possível fazer tours guiados particulares pelo local.

Casa Museu Maria Reiche

Maria Reiche foi a principal pesquisadora das Linhas de Nazca, tendo dedicado 50 anos de sua vida para preservar e estudar este grande enigma peruano. A Casa Museu Maria Reiche foi criado dentro da casa e também escritório da pesquisadora conhecida como “Dama do Deserto”, onde é possível encontrar documentos, fotografias, mapas, múmias e outros artefatos que foram encontrados na região do deserto de Nazca durante seus anos de trabalho, além de tudo isso, o corpo de Maria Reiche também foi enterrado neste local.

Cemitério de Chauchilla

O Cemitério de Chauchilla é, simplesmente, o lugar certo para ver o exato local onde as múmias encontradas foram enterradas. Em todo o Peru, este sítio arqueológico é o único lugar onde é possível ver múmias em ótimo estado de conservação e a céu aberto. O cemitério foi descoberto por volta de 1920 e acredita-se que tenha mais de 1.200 anos de existência. Aqui encontram-se corpos mumificados, tumbas completamente restauradas e outro mistério, que são as “cabeças-troféus”, que ainda não se sabe ao certo de quem foram. O Cemitério de Chauchilla está a apenas 30 minutos da cidade de Nazca.

  • Nazca
  • Machu Picchu
Maravilhas do Peru

Você está pensando em viajar para o Peru e quer conhecer todas as regiões do país

15 Dias / 14 Noites
A partir de: 
USD 1964,00
Saiba mais +