Você está aqui

Nazca

Nazca

Nazca se configura como uma pequena cidade que se encontra em meio ao deserto, no sul do Peru, a 400 km do sul de Lima. Sem sombra de dúvidas, sua fama está relacionada às misteriosas Linhas de Nazca, conhecidas figuras feitas nos Pampas de Jumana que são, basicamente, geoglifos gigantes que representam animais, cujo significado real ainda não foi descoberto. Toda essa incerteza que envolve estas marcas gigantes tornaram Nazca alvo de muita especulação, mas não se engane, há muitos outros mistérios para descobrir nesta cidade, uma vez que a civilização que habitou suas terras deixou outros legados para trás ainda por descobrir. Então, se você é amante de história e mistérios, saiba que Nazca é um lugar imperdível!

Nazca

No Peru, existe um mistério arqueológico enigmático esperando para ser descoberto no coração de deserto em Nazca. Esta região é famosa pelas Linhas de Nazca e por sua história fascinante. Vamos explorar informações básicas sobre Nazca, sua história interessante, o clima único da área, como chegar e as melhores coisas para fazer durante sua visita.

Informações Gerais:

Localizado no coração do deserto Peruano a 447 quilômetros de Lima, Peru. Nazca é uma região conhecida por seu deserto árido e pelas famosas Linhas de Nazca, misteriosos geoglifos que se estendem pela paisagem. Essas figuras geométricas, representações de animais e outros símbolos, permanecem um mistério interessante até os dias de hoje. 

As linhas de Nazca compõem cerca de 1.100 geoglifos de animais, plantas, figuras geométricas, e linhas retas esculpidas nos pampas de Nazca. O propósito dessas linhas permanecem incertos. Além das linhas, Nazca oferece uma rica herança cultural e histórica, tornando-se um ponto imperdível para viajantes curiosos.

Também disponibilizamos informações sobre hotéis em Nazca e recomendações de viagem para Nazca!

História:

A história de Nazca remonta a tempos antigos, onde a cultura Nazca floresceu entre os anos 1 d.C. e 700 d.C. Conhecidos por sua habilidade em agricultura e engenharia hidráulica, os Nazcas construíram impressionantes sistemas de irrigação que permitiram a sobrevivência em um ambiente desértico. Eles também são famosos pelas cerâmicas meticulosamente decoradas e pelas técnicas avançadas de tecelagem.

As linhas de nazca foram estudados por inúmeros arqueológos peruanos e estrangeiros. Porém a principal pesquisadora foi Maria Reiche, foi uma matemática alemã, Reiche dedico a maior parte da sua vida a compreender e preservar as Linhas de Nazca, trabalho que resultou em reconhecimento de Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, em 1994, 4 anos antes de falecimento da pesquizadora por complicações causadas pelo câncer.

Para aqueles que desejam saber mais sobre as civilizações que marcaram nosso país, visitar o deserto peruano é um ótimo jeito de começar. Como mencionado anteriormente, muitos mistérios cercam esta civilização, mas até onde sabemos, eles também influenciaram o desenvolvimento de outras culturas sucessoras.

Clima: 

O clima em Nazca é caracterizado por ser extremamente árido e quente. Com poucas chuvas ao longo do ano, a região é conhecida por sua aridez desafiadora. Os raios do sol escaldante contrastam com as noites frias, criando uma oscilação térmica única. Os viajantes devem se preparar para essas condições e tomar medidas para se protegerem do sol intenso.

A chuva é praticamente nula nesta região, por isso o local é reconhecido como a “Terra do Verão Eterno”. Dessa forma, as temperaturas variam entre 20ºC e 35ºC durante o verão e podem ir até os 5ºC durante o inverno.

Como chegar a Nazca?

Para chegar a Nazca, é comum utilizar a cidade de Ica como ponto de partida. A partir de Lima, a capital peruana, é possível pegar um voo curto até Ica ou optar por uma viagem de ônibus. De Ica, é viável continuar a jornada até Nazca por via rodoviária, onde os viajantes podem desfrutar das paisagens pitorescas do deserto.

O primeiro passo é chegar ao Peru. Você precisará reservar um voo para o Aeroporto Internacional Jorge Chávez, em Lima, que é a capital do país.

Existem algumas opções para chegar a Nazca a partir de Lima:

  • a) Ônibus: Você pode pegar um ônibus de Lima para Nazca. A viagem de ônibus leva cerca de 7 a 9 horas, dependendo das condições da estrada e do tráfego. Várias empresas de ônibus oferecem esse serviço.
     
  • b) Voo Doméstico: Normalmente, os voos comerciais regulares para Nazca não são muito comuns, e a maioria dos visitantes chega de carro ou ônibus a partir de cidades próximas, como Lima, Arequipa entre outros. Porém, o aeroporto  da cidade só é utilizado para os voos pelas Linhas de Nazca.

O que fazer em Nazca?

  • Sobrevoar as Linhas de Nazca: Uma das atividades mais emocionantes é fazer um sobrevoo sobre as Linhas de Nazca. De cima, é possível admirar os intricados geoglifos que cobrem a paisagem e tentar desvendar os segredos por trás de sua criação.
     
  • Cemitério Chauchilla: Este Cemitério Chauchilla apresenta múmias e objetos bem preservados da cultura Nazca. É uma oportunidade única de entrar em contato direto com o passado e compreender os rituais funerários dessa civilização.
     
  • Cerâmica de Nazca: Visite oficinas locais e conheça a arte da cerâmica Nazca. Você pode criar sua própria peça ou adquirir itens autênticos, representando a rica tradição artística da região.
     
  • Aquedutos de Cantalloc: São 45 aquedutos encontrados a 4 quilômetros da cidade de Nazca. Os Aquedutos de Cantalloc foram usados para garantir o abastecimento de água para os campos agrícolas dos antigos fazendeiros de Nazca, que costumavam cultivar milho, algodão, batatas e ainda mais vegetais e espécies de plantas. Saiba mais!
     
  • Cerro Blanco: O Cerro Blanco é uma duna de areia impressionante localizada no deserto de Nazca, no Peru. É a duna mais alta do mundo, com uma altura de aproximadamente 2.080 metros acima do nível do mar. 

    É um destino popular para praticantes de sandboard e turistas aventureiros, oferecendo vistas deslumbrantes e uma experiência única no deserto. Suas enormes dimensões e localização remota o tornam um ponto de interesse fascinante para os amantes da natureza e da aventura.
     

  • Museo Maria Reiche: Também conhecido como Casa Museo Maria Reiche, está localizada a 27 quilômetros da cidade de Nazca e exibe o esforço de pesquisa realizado por esta famosa arqueóloga. Maria Reiche dedicou cerca de 50 anos de sua vida para compreender as Linhas de Nazca; graças ao seu trabalho árduo, ela gerou conscientização sobre a preservação destes antigos geoglifos.

    O Museu Maria Reiche está localizado no km 421,3 da rodovia Panamericana Sur, que foi sua casa e centro de pesquisa ao longo dos anos. Conheça mais aqui!

Existem diferentes rotas para fazer e uma variedade de lugares que valem a pena conhecer, então, se visitar as Linhas de Nazca é algo imprescindível para você, considere partir do sul de Lima!

A Viagens Machu Picchu faz questão de providenciar tudo que você precisa para ter uma experiência autêntica por nosso país. Conheça nossos pacotes e venha descobrir outros mistérios do Peru na viagem da sua vida!

Para obter informações sobre pacotes em espanhol, clique aqui!

Principais Atrativos Turísticas de Nazca

Quando se trata de destinos turísticos cativantes e cheios de história, Nazca, no Peru, destaca como um lugar de maravilhas interessantes. Suas atrações variadas revelam um passado rico e misterioso que continua a fascinar viajantes de todo o mundo. Além disso, entre os pontos turísticos de Nazca, As Linhas de Nazca são a principal maravilha neste lugar.

Linhas de Nazca:

As Linhas de Nazca são enormes desenhos esculpidos no deserto de Nazca, no sul do Peru. Estas figuras incluem formas geométricas, animais estilizados e padrões abstratos, cobrindo uma área de aproximadamente 450 quilômetros quadrados. Elas são mais famosas por serem visíveis do alto, especialmente a partir de voos sobre as linhas de avião ou helicóptero.

Estudos arqueológicos indicam que as Linhas de Nazca têm cerca de 2 mil anos de idade e estão associadas à antiga cultura Nazca. No entanto, só foram realmente descobertas quando pilotos peruanos relataram sua existência, hoje  só é possível observar estas gigantes figuras de cima, ou seja em voos. 

A primeira pessoa a reconhecer a existência destas linhas foi Pedro Cieza de León em 1547, logo foi Paul Kosok não estaba sozinho  neste Projeto, já que a renomada Maria Reiche  acompanhou o antropólogo por toda esta jornada. 

Paul Kosok deixou este projeto durante a década de 1950, e Maria Reiche continuou o trabalho, ela foi a maior pesquisadora das Linhas de Nazca. Graças ao seu trabalho árduo, as Linhas de Nazca foram declaradas Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO em 1994.

As famosas Linhas de Nazca são a atração mais emblemática da região. Essas enigmáticas figuras geométricas e representações de animais foram minuciosamente esculpidas nas areias do deserto há séculos. A origem e o propósito dessas figuras ainda geram debates e especulações, adicionando um toque de mistério à visita.

Aquedutos de Cantalloc: 

Os Aquedutos de Cantalloc são um sistema de aquedutos subterrâneos que datam da época pré-incaica, localizados nas proximidades da cidade de Nazca, no sul do Peru. Cantalloc exatamente estão localizados a 450 quilômetro de Lima, e a 15 minutos do centro de Nazca.

Também são chamados de “Puquios” em língua quéchua que significa “olhos de àgua” este é um grupo de 46 aquedutos construídos próximos à cidade de Nazca a cerca de 1.500 anos atrás, dos quais cerca de 32 destes permanecem em atividade desde suas construções. 

Estas construções de aquedutos são um exemplo vivo de um grande conhecimento de engenharia hidráulica possuído pela cultura Nazca. Graças a isso, eles podiam fornecer àgua às áreas de cultivo e lidar com a seca de modo estratégico. Algumas destas estruturas são utilizadas ainda hoje por fazendeiros locais.

A principal função dos aquedutos era fornecer água para irrigar as terras agrícolas da região. A água era vital para a agricultura nas terras áridas de Nazca, permitindo o cultivo de alimentos como milho, feijão e algodão. Essa irrigação possibilitava o desenvolvimento de uma agricultura sustentável na área.

Hoje, os aquedutos de Cantalloc são um importante sítio arqueológico e atração turística, contribuindo para nossa compreensão da cultura Nazca e de suas realizações notáveis em engenharia hidráulica. Eles demonstram a habilidade e a engenhosidade dos antigos habitantes da região em lidar com os desafios ambientais e na gestão sustentável dos recursos hídricos.

Casa Museu Maria Reiche: 

Se você está acompanhando nosso guia de viagem por Nazca, certamente já leu sobre as famosas Linhas de Nazca e sobre sua grande protetora, Maria Reiche. Nesta matéria, dedicaremos nossa atenção ao admirável trabalho desta mulher que, também chamada de “Dama do deserto” dedicou sua vida a desvendar um dos maiores enigmas de nossas terras.

A Casa Museu Maria Reiche é uma homenagem à dedicada matemática alemã que dedicou grande parte de sua vida a estudar e preservar as Linhas de Nazca. Suas contribuições foram fundamentais para o entendimento desses enigmas e seu legado é honrado neste local.

Maria Reiche, nasceu na Alemanha e foi uma importante matemática e arqueóloga, que encontrou sua real vocação escondida no vasto deserto peruano. O museu foi organizado na mesma casa onde Maria Reiche viveu durante seus anos no Peru. 

Este local também foi seu centro de pesquisa e lar por cerca de 50 anos. O local está situado a 421 km da rodovia Pan-americana Sur, a quase 27 km de distância da cidade de Nazca.

Cemitério de Chauchilla: 

O Cemitério de Chauchilla está situado na região de Nazca, 30 minutos de distância da cidade de Nazca,  para ser exato. Este cemitério foi descoberto em meados de 1920, ainda não tenha sido oficialmente reconhecido como um sítio arqueológico até 1997. Durante este período, o Cemitério de Chauchilla foi saqueado constantemente por “Huaqueros” ou ladrões de túmulos.

O Cemitério Chauchilla,  é uma grande necrópole perdida, que está situada nos arredores da cidade. Um cemitério a céu aberto que abrigava centenas de múmias em seu pico. A origem das tumbas de chauchilla ainda é um mistério, já que os arqueólogos as relacionam com diferentes tempos e sociedades, embora muitos acreditem que este foi um local de enterros de povo nazca.  

De acordo com alguns arqueólogos, o local data de 1.200 anos atrás, algo incrivelmente impressionante, já que as múmias preservaram parte de sua pele, cabelo e ossos por todos estes anos. Explorar o Cemitério de Chauchilla é como adentrar o passado da cultura Nazca. As múmias e os artefatos ali encontrados oferecem uma visão fascinante da vida e das práticas funerárias dessa civilização ancestral.

Muitos viajantes não sabem sobre este incrível lugar no meio do deserto, por isso, muitos destes viajantes acabam fazendo seu roteiro somente com os voos pelas Linhas de Nazca e não percebem a grandiosidade dos mistérios escondidos no vasto deserto peruano.

Sítio Arqueológico de Cahuachi: 

O Sítio Arqueológico de Cahuachi revela a importância cerimonial e espiritual dos Nazcas. As estruturas imponentes e as pirâmides testemunham as complexas práticas religiosas e sociais que moldaram essa civilização.

Muitos pesquisadores acreditavam que Cahuachi era a capital da sociedade Nazca, mas não há evidências arqueológicas de moradias nessa área. Portanto, é mais provável que tenha sido um local usado para rituais e cerimônias.

Cahuachi está situada no sul do Vale de Nazca, mais precisamente à beira sul do rio subterrâneo de Nazca, o que tornou este local único e sagrado no deserto árido de Nazca.

Com base em pesquisas contínuas em Sitio Arqueológico Cahuachi, descobrimos que era um lugar de peregrinação, adoração e sepultamento. Embora muitas dessas estruturas ainda estejam enterradas no deserto, sabemos que o complexo cerimonial abrange cerca de 150 hectares.

Se você quiser saber mais sobre tours em Nazca, confira nossos guias informativos sobre os destinos feitos especialmente para você. Comece a sua viagem antes mesmo de sair de casa.

Segue o nosso blogs sobre os tours em Nazca!

Quer descobrir outros mistérios do Peru? Confira nossos pacotes de viagem e comece a planejar a viagem da sua vida conosco. A Viagens Machu Picchu faz questão de providenciar tudo que você precisa para ter uma aventura autêntica e segura em nossas terras, além de te ajudar a organizar tudo de acordo com seus interesses!

Para obter informações sobre pacotes em espanhol, clique aqui!

  • Machu Picchu Peru
  • linhas de Nazca
Maravilhas do Peru

Você está pensando em viajar para o Peru e quer conhecer todas as regiões do país

15 Dias / 14 Noites
A partir de: 
USD 2113,00
Saiba mais +
  • Machu Picchu
  • Lago titicaca
Promoção Feriados 2023 para Machu Picchu e Peru.

Machu Picchu com Lago Titicaca e Cusco 

7 Dias / 6 Noites
A partir de: 
USD 993,00
Saiba mais +