Você está aqui

Machu Picchu

Machu Picchu

Machu Picchu certamente é a grande estrela do nosso país. O principal ponto turístico da América do Sul é uma das Sete Maravilhas do Mundo e, além de uma arquitetura impressionante somado ao seu cenário natural encantador, é cheio de mistérios que ainda não possuem solução. Se trata de uma construção Inca que ficou amplamente conhecida a partir de 1911, seus reais propósitos ainda não foram estabelecidos com certeza, existindo algumas teorias a respeito que vão de centro religioso a espaço de lazer do imperador Pachacutec. Tanta história e prestígio estão dentro deste local que, em 1983, tornou-se Patrimônio Mundial da UNESCO, por isso, sem dúvidas, Machu Picchu merece sua visita!

Sobre Machu Picchu - história e informações

Não há dúvidas de que Machu Picchu é o principal ponto turístico do Peru e, de certa forma, até da América do Sul. Este local é constituído por construções que demonstram a capacidade e conhecimentos de engenharia Inca em meio a um cenário natural rico em fauna e flora, principalmente variadas espécies de orquídeas. 

Historicamente, os propósitos da construção de Machu Picchu ainda não foram esclarecidos, algumas teorias apontam para uma área residencial, outras para centro administrativo ou religioso, área de lazer do Inca Pachacutec. As pistas mais recentes advindas de escavações no local são a de que esta era uma cidadela que vivia em paz e era direcionada à agricultura, produção têxtil e cerâmica, onde viviam entre 300 e 1000 pessoas. Este povo abandonou o local com 200 estruturas após 100 anos. 

Machu Picchu, cujo nome em quéchua significa “montanha velha”, sempre foi conhecida entre os moradores da região, porém, se tornou amplamente conhecida a partir de 1911, quando Hiram Bingham fez os esforços de divulgar sua descoberta para o mundo que, ao longo da história, se tornou uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno e Patrimônio Cultural e Natural da Humanidade pela UNESCO.

Como chegar a Machu Picchu

Para chegar a Machu Picchu existem 3 opções diferentes, a escolha precisa ser baseada no seu tipo de roteiro, seus gostos e interesses, e na experiência que está buscando. É preciso ir até Cusco de avião, fazendo conexão em Lima, capital do Peru.

Mais tradicionalmente, visitantes costumam ir a Machu Picchu utilizando trem, que sai de diferentes estações dentro do Vale Sagrado dos Incas e levam até Machu Picchu Pueblo (Aguas Calientes), onde é necessário utilizar um ônibus até Machu Picchu. Os tipos de trem vão de classe turística (trem Expedition), trem panorâmico (Vistadome) e de luxo (Trem Vale Sagrado).

De ônibus, é preciso estar em Aguas Calientes para fazer o curto trajeto até o santuário Inca. Entretanto, não é possível chegar até esta cidade de ônibus atualmente, as opções são trem ou a pé por três horas, partindo de Hidroelectrica – cidade mais próxima para chegar de ônibus.

Já para os viajantes aventureiros e em busca de experiências mais autênticas, é possível chegar ao santuário de Machu Picchu por meio de trilhas. As opções mais procuradas são a Trilha Inca e a Trilha Salkantay, porém, também existe a opção da Trilha da Selva Inca.

A Trilha Inca, conhecida também como Camino Inca, fazia parte de uma rede de caminhos que conectavam o império da famosa civilização, requer bastante esforço físico, devido ao trajeto íngreme e à altitude. É necessário reservar seu ingresso com antecedência, pois há um limite diário de 500 pessoas ao mesmo tempo nesta rota, e você escolher entre a Trilha Inca Clássica (mais longa) e a Trilha Inca Curta (de dois dias e uma noite).

A Trilha Salkantay também é uma aventura cheia de adrenalina, que te leva por outros pontos belíssimos do Peru, como a Laguna Humantay. Em ambos os casos, a duração é de 4 a 5 dias e é necessário ter ótimo preparo antes de se comprometer a realizar a atividade.

Clima em Machu Picchu e melhor época para visitar

A região de Machu Picchu é marcada por duas estações principais, a estação de chuva e a estação seca. O período chuvoso ocorre entre dezembro e abril, sendo que entre outubro e dezembro costumam ocorrer chuvas amenas. Já a estação seca, o período mais frio do ano, vai de maio a setembro e os dias são mais firmes, com poucas possibilidades de chuva. 

A posição geográfica de Machu Picchu, nos Andes peruanos e próximo da selva alta, deixam o clima local mais úmido e quente, com temperaturas entre 12ºC e 24ºC. Levando em consideração esses detalhes, o melhor período para visitar Machu Picchu é durante a estação seca, porém, os meses de junho e julho são alta temporada turística, assim tudo dependerá do seu tempo disponível e experiência desejada!

Dicas para Machu Picchu

Para saber mais sobre as opções de roteiros para Machu Picchu, conheça os pacotes criados pela Viagens Machu Picchu e realize seu sonho!

Principais atrativos dentro de Machu Picchu.

Montanha Huayna Picchu

Se opondo a “Machu Picchu”, “Huayna Picchu” significa “montanha jovem” na língua quéchua e se configura como uma das principais atrações relacionadas ao santuário Inca. A trilha até o topo da montanha e o retorno leva cerca de 2h30 e, apesar de não ser um trajeto tão longo, Huayna Picchu alcança os 2.690 metros acima do nível do mar. 

O grau de dificuldade é considerado de médio a desafiador, porém, ao longo do caminho você terá suas recompensas, como a visão única para o Templo da Lua.

Montanha Machu Picchu

Se você sonha em observar a toda cidadela de Machu Picchu numa visão ampla com 360º de cima, subir a Montanha Machu Picchu é o passeio certo para você! A trilha para a montanha leva cerca de 3 horas e se eleva a mais de 3.000 metros acima do nível do mar. O trajeto é autoguiado e você precisará subir uma escadaria até o topo da montanha, possui um nível de dificuldade moderado e te garante grande contato com a natureza. 

Templo del Condor

A terceira maior ave do mundo, o Condor Andino, foi homenageada pelos Incas com um templo dedicado a este ser. Segundo as lendas, para este povo o Condor era responsável por fertilizar a terra trazendo a chuva dos céus, e também conectava os mortais aos deuses.  Sua arquitetura integra muitos elementos da natureza, porém, seus propósitos eram um pouco mais obscuros, tendo funcionado como calabouço, onde aplicavam-se castigos e realizavam sacrifícios.

Praça Sagrada

Possivelmente, este local era utilizado como espaço para cultos, entretanto, sua função estrutural é a de centralizar as principais construções da cidadela Inca e separar o setor residencial, do setor agrícola e funcional de Machu Picchu. 

Intihuatana

Intihuatana está localizado na parte mais alta de Machu Picchu, possuía como função ser um relógio solar, conclusão baseada no fato da forma como a luz solar incide na pedra a cada estação anual. Provavelmente também funcionou como local onde sacrifícios em prol dos deuses ocorriam, principalmente durante o solstício de inverno, quando a civilização se preocupava em não ter mais a presença do Deus Sol para iluminá-los.

Saiba tudo que precisa sobre Machu Picchu nesta matéria completa sobre o santuário Inca e seus atrativos, e se você deseja conhecer outros lugares do Peru, confira o Blog Viagens Machu Picchu para se manter atualizado! 

  • Huacachina Ica
  • Machu Picchu a su Medida
  • Paracas Lima
Peru a Sua Medida

Este é um dos roteiros mais completos para quem quer conhecer a cultura e a histór

13 Dias / 12 Noites
A partir de: 
USD 1731,00
Saiba mais +