Você está aqui

Montanha Colorida

Montanha Colorida em Cusco

A chamada Montanha Colorida, Montanha de Sete Cores ou simplesmente Vinicunca, em quéchua, é uma montanha localizada a aproximadamente 100km ao sudeste de Cusco, no distrito de Pitumarca, província de Canchis. O grande atrativo desta atração, como o próprio nome indica é a sua incrível coloração, de diversas tonalidades. Isso se deve a sua composição química, aos diversos minerais que a compõe, juntamente com a erosão causada principalmente pela chuva e pelo vento. Atualmente a Montanha Colorida é um destino bastante procurado em Cusco. A mesma faz parte do circuito do nevado Ausangate, a quinta montanha mais alta do Peru, com seus 6.372 metros de altitude. Normalmente essa trilha, tão famosa quanto a Trilha Inca, é realizada em cinco dias, porém existe a opção de visitar a Vinicunca em um passeio mais curto, de apenas um dia.

História.

Na história inca desta montanha e dos lagos nos arredores, nasce a energia masculina que fertiliza a mãe terra Pachamama. Depois de um longo percurso, as águas se perdem nas terras do Amazonas, para retornar e encher os lagos e os glaciais todas as noites, se convertendo no rio de estrelas chamado de Willkamayu, conhecido no ocidente como a Via Láctea. Há uma pequena história também sobre as montanhas, sobre dois irmãos: Salcantay e Ausangate, que viviam em Cusco.

Conta a história que houve uma seca terrível e os irmãos, tiveram que se aventurar em terras desconhecidas na tentativa de salvar seu povoado. Salcantay, acabou indo-se ao norte, encontrando assim a selva e, junto dela, o amor proibido de Verónica acompanhado de muitos problemas. Ausangate se dirigiu ao sul, encontrando o altiplano e, junto, uma grande produção. Desde esse novo lugar, podia mandar batatas, carne de camelídeos (alpacas e lhamas no caso) e quantidades generosas de milho, salvando assim, seu povoado de Cusco. Infelizmente não há registros físicos dessas excelentes histórias além de ambas montanhas localizadas na região de Cusco. Assim que apenas podemos imaginar e deixar-nos levar por essas lendas.

Anualmente do lado norte do Ausangate é celebrada a festa de Qoyllur Rit'i, que em quéchua significa "neve de estrela". Essa festa acontece antes do Corpus Christi. Durante essa festa, milhares de pessoas com origem quéchua peregrinam para o Senhor de Quyllur Rit'i, no templo de Sinakara (pintura realizada sobre uma rocha). Esta campanha anual dos peregrinos foi incluída na Lista Representativa do Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.

 

A Caminhada.

A caminhada pela montanha é considerada turismo de aventura. Todo seu percurso permite aos aventureiros desfrutar de paisagens incríveis e conhecer um pouco mais da fauna e flora nativa, na companhia de aves e animais belíssimos. O caminho apresenta formações rochosas a uma altura de mais de 5 mil metros cobertas por línguas de gelo. O trajeto mais conhecido pelos turistas conta com cinco dias e quatro noites, recomendado para os que estão em boas condições físicas. O destino desse trajeto é essa belíssima montanha, decorada pelos minerais acumulados em sua superfície como óxidos de ferro, sulfatos de cobre e outros, que são os responsáveis por criar esse visual inacreditável.

 

Localização.

A Montanha Colorida ou Montanha de Sete Cores está localizada a 100km da cidade de Cusco, no distrito de Pitumarca, província de Canchis. A única forma de se chegar aí é partindo da cidade de Cusco. Este é o local ideal para estabelecer o “acampamento base”. Cusco dispõe de uma das infraestruturas turísticas mais completas do Peru.

As rotas das cidades próximas a Cusco são:
- Norte: Pela rota da cidade de Ucayali
- Sul: Pelas rotas das cidades de Arequipa e Puno
- Leste: Pelas rotas das cidades de Madre de Dios e Puno
- Oeste: Pelas rotas das cidades de Arequipa, Apurimac, Ayacucho e Junín

Via Terrestre

Rota Lima x Cusco x Arequipa, 1.650 km, cerca de 24 horas de carro.
Rota Lima x Nazca x Puquio x Abancay x Cusco, 1.136 KM, 26 horas, aproximadamente, de carro.

Você também pode fazer a rota de Lima para Ayacucho para a Rota da Libertadores e de lá para Cusco.
Puno - Cusco: 389 km (07 horas de carro).
Puerto Maldonado - Cusco: 532 km (10 horas aprox.).

Via Aérea

Há voos diários para Cusco de Lima e outras cidades. Aeroporto Velasco Astete fica a 3 km da cidade e tem serviços de táxis e ônibus. Em Lima os voos partem diariamente para a cidade de Cusco, a duração é de aproximadamente 1 hora.

Da mesma forma Puerto Maldonado conta com voos diários para a cidade de Cusco, a duração do voo é de 30 min. Aproximadamente.

As distâncias entre Cusco e alguns outros departamentos do nosso país:

- Cusco para Lima: 1.153 km
- Cusco para Ayacucho: 597 km
- Cusco para Abancay: 198 km
- Cusco para Arequipa: 623 km
- Cusco a Puno: 389 km
- Cusco a Puerto Maldonado: 532 km

Via Férrea

Existe um serviço diário de trem de Arequipa, através de Juliaca (Puno), com cerca de 20 horas de viagem. De Puno são 10 horas. O ponto mais alto deste percurso é La Raya em 4313 metros entre Cusco e Juliaca. Existe um serviço de trem que liga as cidades de Cusco, Puno e Arequipa. Rota é Arequipa x Juliaca x Puno x Cusco; Abrange 750 km e dura cerca de 17 horas.

 

Clima de Cusco.

Cusco se localiza no vale formado pelo rio Huatanay e as colinas que estão em sua volta. O seu clima é geralmente seco e suave, a cidade tem duas estações distintas, a seca temporada entre abril e outubro, com dias ensolarados, noites frias com gelo e temperatura média de 13°C, e uma estação chuvosa, de novembro a março a temperatura média de 12°C. Nos dias de sol a temperatura passa dos 20°C. Abaixo há os parâmetros climáticos mais prováveis durante o ano.

 

Gastronomia de Cusco.

A rica gastronomia peruana é o resultado de uma fusão entre a tradicional culinária do antigo Peru a culinária espanhola e alguns costumes culinários trazidos pelos escravos africanos. Com uma característica exclusiva da culinária do Peru, as artes culinárias estão em constante evolução e juntamente com a variedade de pratos tradicionais a torna única. O clima do Peru e também seus microclimas são propícios para um amplo cultivo de produtos agrícolas de diversas espécies.

Entre os pratos mais conhecidos temos:

- Ceviche de Pescado
- Chicharrón
- Lomo Saltado
- Tallarín Saltado
- Alpaca ao Molho Aguaymanto
- Cuy Colorado
- Pollo a La Brasa
- Sopas
- Ají de Gallina

Se você deseja enriquecer sua experiência com a gastronomia peruana, aconselhamos visitar os seguintes restaurantes:

- El Pachapapa
- El Map Café
- El Chicha
- La Cicciolina
- La Divina Comedia
- El Limo
- Le Solei
- Morena
- Limbus
- Green Point 
- La Bodega 138
- Inkazuela
- Numa Raymi
- El Meson de Don Tomas

Entre em contato conosco, temos um pacote para Machu Picchu e Cusco de acordo a sua medida para suas necessidades.

Atrativos e Pontos Turísticos da Montanha Colorida

Nevado Ausangate.

Ausangate ou Awsanqati em quéchua, é conhecida por ser uma das montanhas mais altas do Peru, ocupando o 5º lugar, com sua altitude que chega aos 6.372 metros. É considerada a montanha mais importante da cosmovisão andina e conta com lagoas grandes de uma cor verde-azul luminoso. Está situada a uns 100 quilômetros ao sudeste da cidade de Cusco no distrito de Pitumarca, província de Canchis. É considerada a guardiã da região de Cusco.

Anualmente do lado norte do Ausangate é celebrada a festa de Qoyllur Rit'i, que em quéchua significa "neve de estrela". Essa festa acontece antes do Corpus Christi. Durante essa festa, milhares de pessoas com origem quéchua peregrinam para o Senhor de Quyllur Rit'i, no templo de Sinakara (pintura realizada sobre uma rocha). Esta campanha anual dos peregrinos foi incluída na Lista Representativa do Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.

Desfrute mais de sua viagem preparando-se com nossas dicas para Peru

No momento, não existe nenhum conteúdo classificado com este termo.

DirceturProm PeruPeruPeru - Ministerio de Cultura

Viagens Machu Picchu 2016 - 2020 (Desenhado por LLIKA)