Você está aqui

Montanha Colorida

Montanha Colorida

A famosa Montanha Colorida do Peru, também conhecida como Montanha de Sete Cores ou,  em quéchua, simplesmente Vinicunca, é uma montanha localizada a aproximadamente 100km ao sudeste de Cusco, no distrito de Pitumarca. O grande diferencial do trekking para a Montanha Colorida, como o próprio nome indica, é a sua incrível coloração, de diversas tonalidades. Isso se deve a sua composição química, aos diversos minerais do solo, juntamente com a erosão causada principalmente pela chuva e pelo vento. 
Atualmente a trilha para a Montanha Colorida é um destino bastante procurado em Cusco. A mesma faz parte do circuito do nevado Ausangate, a quinta montanha mais alta do Peru, com seus 5,200 metros de altitude. O tour da montanha Vinicunca é desafiador e requer um mínimo de preparo físico, ao mesmo tempo que é uma das caminhadas mais lindas do Peru, juntamente com a Trilha Inca e Trilha Salkantay. 

Sobre a Montanha Colorida

A Montanha Colorida possui muitos nomes, sendo amplamente conhecida como Montanha 7 Cores ou Montanha Arco-Íris no Brasil, seu verdadeiro nome tem origem quéchua, chama-se Vinicunca, que significa “pescoço colorido”, fazendo alusão às suas cores. Este é um atrativo turístico que tem se fortalecido desde 2015, quando a montanha foi “descoberta” pelos moradores locais, resultado dos efeitos do aquecimento global.

Vinicunca é uma montanha nevada na região de Cusco, está próxima de Ausangate, atinge os 5.100 metros acima do nível do mar. Até 2015 seu pico nevado sofreu com os efeitos do aumento da temperatura global e, mesmo com sua elevada altitude, teve sua camada de gelo derretida, o que revelou suas cores ao mundo. 

O solo possui essa coloração mista como as cores do arco-íris devido à reação entre os vários minerais encontrados em suas terras e o contato com o oxigênio e com a água. De fato, encontram-se 7 cores na montanha, marrom, vermelho, verde, amarelo, rosa, roxo e branco, que se originam de diferentes componentes minerais. 

Atualmente, esta é considerada uma das principais atrações do Peru e, principalmente, da região do Vale Sagrado dos Incas, e exige bastante de seus visitantes, devido à altitude e às condições do trekking até o cume, porém, vale a pena cada passo para esta maravilha do mundo.

Onde fica a Montanha Colorida

A Montanha Colorida fica a cerca de 120 km de Cusco, no distrito de Pitumarca. O início da trilha se dá em Pampachiri. A única forma de chegar até o local é saindo da Cidade Imperial dos Incas, pode-se utilizar táxi ou ônibus de Cusco até uma cidade próxima, porém, a opção mais recomendada é realizar o passeio com uma agência de turismo.

Como é o tour para a Montanha Colorida

O tour para a Montanha Colorida do Peru tem início cedo pela manhã, incluindo o translado entre Cusco e Pampachiri, é realizada parada para o café-da-manhã e inclui o almoço em um restaurante. É um tour que leva o dia todo, sendo possível adicionar outros pontos no roteiro para aproveitar a localização. Para saber mais sobre o Tour para a Montanha Colorida, confira nosso guia!

Como é a trilha até o topo?

A trilha até o topo da Montanha Colorida é bastante exigente, principalmente, por conta da altitude. O trajeto tem início a cerca de 4.450 metros de altitude e se eleva até 5.100 metros acima do nível do mar, onde se encontra o mirante com a melhor vista da montanha. A trilha é de nível difícil a desafiador, ao todo são cerca de 14 km ida e volta, podendo ser realizada em cerca de 2 a 3 horas de ida. 

A trilha começa na estrada e vai ficando mais difícil na última parte, quando é necessário percorrer 800 metros de subida com apenas 50% de oxigênio, variando em partes com degraus e outras partes lisas no chão. É possível alugar cavalos para fazer parte da trilha, sendo que o final não é acessado pelos animais. Mas é importante ressaltar que todo seu empenho valerá a pena!

Clima e melhor época para visitar a Montanha Colorida

A Montanha Colorida é marcada pelo clima dos Andes, sendo a estação chuvosa a que ocorre entre novembro e abril, tendo fevereiro como o mês mais chuvoso, enquanto a estação seca acontece de maio a outubro e é o período mais frio do ano. 

Não é aconselhável visitar a Montanha 7 Cores no período chuvoso, pois além das chuvas atrapalharem na qualidade da trilha que já é difícil, algumas nevascas podem ocorrer, impedindo os visitantes de verem suas cores. Portanto, o período mais aconselhável é entre maio e outubro, sendo que entre junho e agosto é também a alta temporada de turismo, o que requer ainda mais organização para sua viagem.

Se você está curioso para saber como acrescentar este atrativo ao seu roteiro, conheça alguns de nossos pacotes e veja como podemos otimizar esta experiência para você!

Atrativos e Pontos Turísticos da Montanha Colorida

Montanha Nevada Ausangate

Esta é uma das montanhas mais altas do Peru, na lista está em quinta posição, alcançando cerca de 6.385 metros acima do nível do mar. No início da trilha para a Montanha Vinicunca, na base de Pampachiri, é possível encontrar também a entrada para a trilha que leva a Ausangate. 

Ausangate era considerado um “Apus”, ou seja, uma divindade ou espírito protetor dos povos da região de Cusco, segundo a cultura Inca. Além desta crença, todos os anos antes do Corpus Christi, ocorre a festividade de Qoyllority, que consiste em uma peregrinação cheia de sincretismo religioso até os pés de Ausangate em homenagem à lenda do menino Marianito. Esta celebração está na Lista de Representatividade do Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade. Sendo esta, apenas uma das inúmeras festividades do Peru!

Apesar de seus encantos e de ser um local muito sagrado, conhecer Ausangate exige comprometimento em uma atividade que não é para principiantes. A trilha até o pico de Ausangate leva cerca de 8 dias em condições extremas, que incluem frio e grande elevação, que pode gerar complicações com relação ao “soroche” e requer muito preparo físico.

Vale Vermelho

Outro local que vale a pena conhecer nos arredores da Montanha 7 Cores é o Vale Vermelho, possui uma proximidade de 25 minutos a pé de Vinicunca, seguindo a trilha demarcada ao lado da montanha. É um trajeto bastante simples e bem marcado, o que pode facilitar bastante os esforços dos visitantes. 

O Vale Vermelho recebeu este nome devido à coloração de seu solo com uma rica concentração de ferro, que deu um tom avermelhado a suas terras. 

Recomenda-se realizar este passeio após concluir o trekking até o topo da Montanha Colorida, porém, é importante ressaltar que, apesar do caminho curto e fácil, só entre em mias esta aventura se estiver se sentindo bem após tanto esforço físico para lidar com a altitude e trilha íngreme do trajeto até o cume de Vinicunca.

Saiba tudo que você precisa sobre o Peru com o nosso Blog Viagens Machu Picchu!

No momento, não existe nenhum conteúdo classificado com este termo.